Página do Museu da Ciência
FICHA DE OBJECTO
Nº inventário - FIS.1494
Designação objecto - Higrómetro
Título - Higrómetro de Regnault
Descrição - Higrómetro de condensação constituído por um par de tubos de ensaio (1.5 cm de diâmetro) em que a metade superior é feita de vidro e a inferior é de prata. Cada um dos tubos está tapado por uma rolha de cortiça. Estes tubos estão fixos verticalmente e paralelos um ao outro, num tubo de latão oco colocado horizontalmente no topo de uma coluna cilíndrica também de latão e oca, comunicando com o interior desta coluna. A coluna ergue-se de um pé circular (9 cm de diâmetro) do mesmo metal e é constituída por duas secções de diferente diâmetro tendo, quase junto à base, uma tubuladura que era posta em comunicação com um aspirador a água. Um dos dois tubos de ensaio tem uma tubuladura lateral junto ao bordo que se prolonga por um tubo de tal modo que, quando colocado no suporte, fica também em comunicação com o aspirador de ar. Este tubo seria cheia de éter. O outro tubo está isolado do aspirador e não continha éter. As rolhas dos dois tubos eram atravessadas por um termómetro muito sensível que mergulhava no líquido. Quando era posto em funcionamento o aspirador a água o ar era aspirado do tubo de ensaio o que obrigava o ar exterior a entrar. Para a entrada do ar há um fino tubo de vidro dobrado que atravessa a rolha e mergulhava no éter o que fazia com que o ar borbulhasse no éter provocando o seu arrefecimento e também o da prata. Consequência desse arrefecimento ocorreria condensação de água nas paredes de prata, quando fosse atingido o chamado ponto de orvalho. Este ponto era também indicado pela mudança de cor da prata evidenciada pela comparação com a cor da prata do tubo isolado. Neste conjunto o lugar dos termómetros está ocupado por finos tubos de vidro; a rolha de cortiça que fixa o tubo isolado está partida o mesmo acontecendo com o bordo de vidro do mesmo tubo. O higrómetro é um instrumento destinado a medir a humidade relativa do ar. Juntamente com os termómetros e os barómetros faziam parte integrante de qualquer estação meteorológica. Há higrómetros de diversos tipos: de condensação como é o caso deste e do higrómetro de Daniel, de evaporação, de que é exemplo o higrómetro de August, e de absorção de que são exemplos os higrómetros de Saussure. O higrómetro de condensação foi inventado em 1820 pelo inglês John Frederic Daniell (1790-1845). O Gabinete de Física possuía em 1878, pelo menos dez higrómetros cobrindo estas três categorias.
Categorias - Instrumento científico
Materiais - Vidro
- Latão
- Prata
- Cortiça
Medidas - 10 Centímetros Comprimento
- 42.5 Centímetros Altura
- 9 Centímetros Profundidade

| imprimir |
Desenvolvido por Sistemas do Futuro
Projecto Co-financiado